IML - Instituto dos Mares da Lusofonia

IML
Ferramenta para a navegação de recreio em águas portuguesas

ih logo

 No passado dia 14 de Fevereiro de 2014, no âmbito das comemorações do "Dia do Hidrógrafo", foi apresentado pelo Instituto Hidrográfico um produto dedicado à NAVEGAÇÃO DE RECREIO, da série "QUAL É A TUA ONDA?".

 

O objectivo deste novo produto é apoiar a Náutica de Recreio no planeamento e condução de viagens, nomeadamente na selecção das rotas mais adequadas à sua navegação, que pode ser consultado em

 http://www.hidrografico.pt/qual-e-a-tua-onda.php

 

Trata-se duma ferramenta totalmente gratuita que permite antecipar até 5 dias as condições de navegabilidade entre diferentes portos e marinas de recreio em Portugal Continental, Açores e Madeira, disponibilizando previsões da agitação marítima (altura, período e direcção da ondulação) e do vento à superfície do mar (força e direcção do vento). 

 

 
FEEM reealizou o II Congresso Âncora

congresancora

 O Forum Empresarial da Economia do Mar (FEEM) promoveu no passado dia 14 de Novembro, em Lisboa, no Auditório da Culturgest, a realização do seu II Congresso Âncora, com o sub-titulo “O mar com os pés assentes na terra”.

Perante algumas centenas de presenças, que preenchiam quase por completo o vasto auditório, foram apresentados nos diversos paineis vários casos e situações que representam entre nós o mar moderno. Muitos empreendedores, das mais variadas idades e formações, partilharam com a audiência a sua experiência pessoal, a forma como ultrapassaram as burocracias e a falta de apoio financeiro e obtiveram sucesso, depoimentos que tiveram a força e a originalidade de uma história contada na primeira pessoa.

No painel de abertura o Dr. Tiago Pitta e Cunha leu uma expressiva mensagem do Presidente da República, Prof. Dr. Cavaco Silva, a que se seguiram  alocuções do Presidente da Direcção do FEEM, Dr. Bruno Bobone e do Embaixador da Noruega,  Ove Thorsheim, o país-convidado neste evento. Seguiram-se paineis relativos a “portos & transporte marítimo”, “pesca, aquacultura e processamento de pescado”, “turismo e desporto” e “educação, cultura e inovação”. Em paralelo foram apresentados os resultados das sessões de consulta realizadas com stakeholders nacionais relativas aos temas “transporte marítimo e portos” e “turismo e lazer ligados ao mar” sob coordenação da Dra. Margarida Suarez, da “Ciência Viva”, no âmbito do projeto europeu “Sea for society – um mar para a sociedade”.

Em sintese, um evento que procurou consciencializar para a relevância do mar na economia nacional e para as múltiplas oportunidades que nos oferece, ficando patente que neste âmbito algo está a mudar, e para melhor.

O IML felicita, na pessoa do Engº Fernando Ribeiro e Castro, seu dinâmico Secretário-Geral, o FEEM pelo sucesso de mais esta sua oportuna iniciativa.

 

 
Reportagem do Congresso de 2010 na RTP África
Terça, 17 Abril 2012 00:00

congtv.jpg

Uma reportagem sobre o II Congresso dos Mares da Lusofonia emitida dia 17 de Novembro de 2010, pelas 21h30, na RTP África.

Esta reportagem é cortesia da RTP ÁFRICA que gentilmente cedeu as respectivas imagens (...)

A Comissão de Organização do II Congresso Mares da Lusofonia, agradece  todo o apoio que tornou possível a sua emissão.

II Congresso dos Mares da Lusofonia :: Imagens RTP África Clicar para Video

 
<< Início < Anterior 41 42 43 44 45 46 Seguinte > Final >>


APOIANTES do IV CONGRESSO - 2016

 

 

"...desenvolverá um conjunto de iniciativas e actividades - seminários e conferências relativas ao Mar e à Lusofonia..."


O Instituto dos Mares da Lusofonia tem por missão estimular e intensificar a forma como os Países Lusófonos se posicionam individualmente e interagem entre si nas questões relacionadas com os oceanos.

Esta iniciativa visa contribuir para o alargamento e para a disseminação dos conhecimentos científicos relativos ao uso dos espaços marítimos, bem como encontrar áreas comuns de cooperação, que potenciem o desenvolvimento das economias do mar nos diversos países de expressão portuguesa, procurando, desta forma, ir também ao encontro do espírito e objectivos definidos pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa - CPLP.